segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

QUIZZES

How many baboons could you take in a fight? (armed only with a giant dildo)
Created by Oatmeal

How long could you survive on the surface of the sun?
Created by Oatmeal

The Zombie Bite Calculator
Created by Oatmeal

domingo, 3 de janeiro de 2010

REVIEW DE FILME - RATATÓING

Então, faz tempo que não escrevo nada, porque esse dezembro foi um dos piores meses da minha vida. Mimimis à parte, ontem nós nos reunimos na casa do amigo Drê para ver filmes e tentamos assistir RATATÓING.

Explicando melhor - para cada animação da Pixar, Dreamworks, etc há uma (ou mais) produção(ões) brasileira(s).

No caso, Ratatóing é a cópia porca de - adivinhem - RATATOUILLE. O filme original é genial, agora... Ratatóing...

O 3d e a Texturização do filme são uma piada à parte. As texturas dão aqueles defeitinhos que vc via nos jogos 3d de 1995, tipo Duke Nukem 3d.

A história se passa no Rio de Janeiro. O personagem principal é o rato Marcell, que é o cozinheiro do Ratatóing, o restaurante mais famoso do Rio. Ratos de todos os lugares vem comer no Ratatóing. Mas curiosamente o restaurante é pequeno e pouco movimentado, se vc levar em consideração que 4 dos fregueses são espiões do restaurante ao lado e os outros 2 fregueses são um casal de velhos - que são IGUAIS aos outros ratos, só tem uns trocinhos 3d na cabeça tipo cabelo.

Depois de uma tortura interminável de diálogos sem propósito, vamos descobrir como o Marcell faz pratos TÃÃÃÃÃO deliciosos. Eles invadem uma cozinha de um restaurante humano à noite. Meu deus, que roteiro genial.

Antes de invadir a cozinha eles fazem uma cena de uns 3 minutos (que parece 3 horas) de se vestir e mostrar os super-equipamentos (óculos de visão noturna e ganchos) para invadir a cozinha.

Eles roubam um morango e dizem que farão pratos com ele por uma semana.

Paramos de ver aí. Não dava mais para aguentar. O Júnior e a Paty disseram que depois tem outra invasão na cozinha e eles repetem a cena de se vestir.

Simplesmente o PIOR FILME QUE EU JÁ VI NA MINHA VIDA.